AnuncioTopo

Café de São Bento (Lisboa - Lapa, Portugal)

Um bife de luxo num espaço emblemático.


É um restaurante/bar que existe desde 1982 e tem mantido intocável a sua ideia original de tentar recriar os antigos cafés de Lisboa apresentando um menu simples, mas de altíssima qualidade e orientada para clientes de classe média/alta, especialmente com a possibilidade de servir os deputados da Assembleia da República (que se encontra mesmo em frente), que sei que durante muitos anos foram e continuam a ser clientes assíduos.


Localização & Acesso (6/10)

O bairro da Lapa é dos mais sumptuosos de Lisboa e a Rua de São Bento tem fama e famosos que lá viveram. Situado no número 212 tem uma localização privilegiada numa zona tão antiga quanto movimentada da cidade. A proximidade com a Assembleia da República tem a vantagem de apelar a um público com maiores possibilidades financeiras, mas acredito que em dias de manifestações (que hoje em dia ocorrem quase todas as semanas) não seja tão agradável como isso. Nos últimos anos tem vindo a surgir muita oferta de parques de estacionamento pagos nas redondezas, mas em 2003 era um suplicio encontrar lugar se chegássemos fora de horas. Está, no entanto, bem servido de transportes públicos... embora não me pareça que a sua clientela opte por esse meio de locomoção. O facto de não ter uma entrada apelativa como restaurante, acaba por afastar os turistas acidentais, pois a pequena chapa metálica e a ementa sóbria na entrada quase nada revelam sobre o interior.

Conforto, Decoração & Ambiente (7/10)

Tem dois pisos, que após as mudanças legislativas referentes ao tabaco, serviram para diferenciar o espaço de fumadores e não fumadores. A decoração tem um estilo vitoriano com sofás vermelhos e mesas simples de madeira que fazem um contraste entre o rústico e o luxo. A clientela é selecionada através dos preços, mas não vemos por lá turistas, vemos essencialmente pessoas da classe média/alta de Lisboa onde também se encontra um misto de juventude, apreciadora de um bar, e adultos de meia idade a quem a música dos 80 e 90, que passa em bom ritmo nas colunas, proporciona boas recordações. Pessoalmente, não achei muito confortável, para uma refeição, pelo facto de estar sentado num sofá mais convidativo para me recostar e traçar a perna do que para manter uma postura correta à mesa. Quando está cheio, fica muito apertado, ao ponto de os empregados empurrarem algumas cadeiras com as pernas quando passam. Lembrem-se que não funciona apenas como restaurante, mas também como bar.


Atendimento & Serviço (7/10)

Fiquei mesmo junto ao bar, o que me trouxe algumas vantagens já que os empregados necessitavam sempre de "regressar à base", mas apercebi-me de pessoas que desesperavam por atenção num canto da sala. Sinceramente, esperava um atendimento digno de um restaurante de topo, mas a polivalência do espaço faz com que os empregados se comportem mais como empregados de bar, que gostam de meter conversa embora com alguma elegância. O serviço não é particularmente rápido, mas acho que faz parte do encanto do espaço para os clientes poderem desfrutar da música, do ambiente e de uma boa conversa.

Ementa & Apresentação (7/10)

A ementa é curta, mas assumida! Tem bifes e pouco mais, embora esteja bem completada por entradas e sobremesas variadas. As entradas estão focalizadas nos queijos, enchidos e "carpaccios" de alta qualidade. A lista de sobremesas é rica em receitas internacionais como a Tarte Tatin da Maçã, Cheesecake, Carré de Dois Chocolates ou Sorvete de Limão com Vodka. Quanto ao prato principal, pode escolher entre o Bife à Café São Bento (com molho mais calórico, mas mais suculento) ou à Portuguesa (com alho e louro como manda a tradição), podendo escolher para cada versão entre o Lombo ou a Vazia. Pode também pedir o bife grelhado ou até no pão, mas a única alternativa aos bifes é mesmo o Salmão Fumado. A apresentação é cuidadosa, com um recipiente diferente para cada ingrediente.


Qualidade da Refeição (9/10)

Se há aspeto que não pode ser discutido é a qualidade da comida... só não é perfeita, porque já provei bifes melhores (e mais baratos), mas ainda assim a qualidade está lá toda. Pedimos de entrada o Queijo Serra da Estrela acompanhado de Geleia e Bolachas Integrais que se revelou uma combinação bem interessante. Quanto aos pratos principais escolhemos ambas as versões, ou seja, o Bife do Lombo à Portuguesa e um Bife da Vazia à Café São Bento e não haja dúvidas que o Lombo é muito melhor que o da vazia, embora na minha opinião não justifique a brutal diferença de preço. Guloso como sou, preferi o molho do Bife à Café São Bento, mas a opção à Portuguesa é mais saudável. Pedi um ovo estrelado a cavalo e paguei mais. Como sobremesa optei por um Bolo de Chocolate que a gerência afirma ser o melhor do mundo... eu não diria tanto, mas confesso que a combinação entre o merengue e o chocolate funcionou na perfeição.

Preço Vs Qualidade (4/10)

Caro! Muito caro para a realidade portuguesa... talvez não tão caro para os abastados deputados portugueses, mas ainda assim compreendi o conceito e entendo o que leva as pessoas a quererem pagar um pouco mais para ter uma experiência diferente num espaço multifacetado.

Preço Base (Prato+Bebida): De 20€ a 25€
Preço Base + Sobremesa: De 30€ a 35€
Preço de Menu Completo: De 40€ a 45€

Conselhos & Dicas

- Não é um espaço adequado para crianças pela sua configuração, nem para vegetarianos pela sua ementa.
- A única alternativa aos bifes é Salmão Fumado com Salada.
- Não arrisque estacionar em locais proibidos ou duvidosos, porque estamos junto à Assembleia da República onde os agentes de autoridade são muito rigorosos.
- Prepare-se para desembolsar acima da média para qualquer artigo que escolha.

Sem comentários:

Enviar um comentário